Se você não conseguir editar a wiki após o login, você precisará solicitar direitos de edição usando este formulário. Você será notificado assim que tais direitos de edição lhe forem concedidos.

Itália, Registro Civil - Registros Vitais

Da wiki FamilySearch Wiki
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Itália ir para Registro Civil - Registros Vitais

Os registros dos Cartórios de Registro Civil são registros vitais feitos pelo governo. Os registros de nascimentos, casamentos e óbitos são geralmente referidos como registros vitais porque se referem a eventos diretamente ligados à vida de uma pessoa.

Introdução[editar | editar código-fonte]

As certidões de registro civil (registri dello stato civile) são uma excelente fonte de informações precisas sobre nomes, bem como datas e locais de nascimentos, casamentos e óbitos. Além disso, o registro civil pode incluir documentos adicionais necessários para o evento principal, como registros anteriores de casamento, registros diversos (como natimortos), óbitos que ocorrem em outras cidades ou países, e legitimações ou reconhecimentos parentais (ricognizioni).

No sul da Itália as autoridades civis começaram a registrar os nascimentos, casamentos e óbitos em 1809 (1820 na Sicília). No centro e no norte da Itália o registro civil começou em 1866 (1871 em Veneto). Após esta data, foram registrados praticamente todos os indivíduos que viveram na Itália.

Uma vez que eles abrangem a maioria da população e porque eles são geralmente indexados e, principalmente, acessíveis, os registros civis são uma das fontes mais importantes para a pesquisa genealógica na Itália.

Para registros de nascimento, óbito e de casamento antes de 1809 ou 1820, ver Itália, Registros da Igreja.

Panorama Histórico Geral[editar | editar código-fonte]

Registros Napoleônicos (1806-1815)[editar | editar código-fonte]

Os primeiros registros vitais na Itália foram mantidos pelas igrejas. Em 1806 Napoleão, imperador da França, anexou grandes partes da Itália, incluindo Roma, Veneza e a região do Piemonte, impondo novas leis que exigiam o registro civil local.

Estados Pontifícios: Na área anteriormente conhecida como os Estados Pontifícios - que incluía as atuais regiões do Lazio (Lácio), Umbria, Marche e leste da Emilia-Romagna, os registros napoleônicos abrangeram o período de 1810-1814.

Veneto e Lombardia: Os registros napoleônicos começaram por volta de 1806 e terminaram em 1814 ou 1815.

Piemonte: Os registros napoleônicos abrangem 1804-1814.

Esses registros não existem para áreas nas quais Napoleão não governou, como a Sardenha, sul do Tirol e Sicília.

Registros Posteriores (1815-Atual)[editar | editar código-fonte]

Após a derrota de Napoleão em 1815, muitas áreas interromperam o registro civil. Porém, outras como o "Regno di Napoli" (que compreende a maior parte do sul da Itália e Napoli Campânia até Calabria e Puglia), Toscana e a região de Abruzzo continuaram a manter registros civis após este evento.

Ducato di Savoia: Esta área no Piemonte recomeçou a realizar registros civis em 1839.

Trento-Alto Adige: Os párocos assumiram o registro civil.

Sicília: A ilha da Sicília começou o registro civil em 1820 usando um formato quase idêntico aos registros napoleônicos.


Informações Registradas nos Registros Civis[editar | editar código-fonte]

Nascimentos, Casamentos e Óbitos são os mais importantes registros civis para a pesquisa italiana. A maioria desses registros manteve o formato básico introduzido por Napoleão no início de 1800. Os registros são divididos em volumes, separados para cada ano. Os registros mantidos no sul usavam formas padronizadas. Muitos registros no norte eram manuscritos, embora contivessem basicamente a mesma informação.

Os registros foram escritos quase sempre em italiano, exceto para os registros mantidos durante o governo de potências estrangeiras como França e Áustria. Nas regiões do norte muitos registros estão em francês e alemão, e os nomes foram escritos frequentemente na linguagem "dominante", embora o nome da pessoa fosse italiano. Por exemplo, Giuseppina Bertaldo pode ter sido registrada como Josephine Bertaldo.

Alguns registros da igreja foram transcritos em registros civis. Esta transcrição geralmente aconteceu para atender aos requisitos de documentação para os casamentos (processetti ou allegati). Os registros transcritos da igreja estão em latim, e cada volume está geralmente indexado.

Nascimentos (nati/nascite)[editar | editar código-fonte]

Os registros de nascimento em geral contém o nome da criança, sexo, data de nascimento, local de nascimento e os nomes dos pais. Muitos dos primeiros registros e todos os registros posteriores forneciam detalhes adicionais, incluindo local de nascimento dos pais, idades e ocupações e o nome de solteira da mãe. A data de batismo é geralmente incluída com o registro civil de nascimento.

Os nascimentos eram registrados geralmente um dia ou dois após o dia de nascimento da criança, geralmente pelo pai da família ou pela parteira atendente. Quando necessárias, correções de um registro de nascimento podem ter sido adicionadas como uma nota marginal. Em registros posteriores, as notas marginais são frequentemente encontradas, fornecendo informações de casamento e óbito. Veja uma tradução em inglês numa das formas impressas

Casamentos (matrimoni)[editar | editar código-fonte]

Depois de 1809 a lei napoleônica exigia que a cerimônia de casamento fosse realizada primeiro por uma autoridade civil e, em seguida, se desejado, por uma autoridade da igreja; feito isto era, então, registrada nos registros civis. No início, algumas pessoas resistiram a essa lei e tiveram seus casamentos realizados por uma autoridade da igreja somente. Mais tarde, quando tornou-se legalmente necessário para que seus filhos fossem reconhecidos como legítimos, uma cerimônia civil era realizada. Em casos raros, você pode encontrar o registro de casamento civil de um casal anos após a união ter sido realizada na Igreja; porém, na maioria dos casos você encontrará casamentos realizados concomitantemente no civil e no religioso.

Os casamentos eram geralmente realizados e registrados no local de residência da noiva. Os primeiros registros de casamento civil podem incluir mais informações do que os registros da igreja. Quando disponível, procure ambos os registros.

Se você acredita que um casamento se realizou mas não consegue encontrar o registro de casamento, pesquise os registros de intenção de se casar (Proclamas de Casamento - pubblicazioni, notificazioni, memorando) Você pode encontrar os registros que mostram a intenção do casal para se casar em complemento ou em vez dos registros de casamento. Estes registros podem ser:

  • Proclamação, alegações, ou proclamas (notificazioni, pubblicazioni, memorando): Essas notificações eram feitas algumas semanas antes da data planejada para o casamento. O casal pode ter sido obrigado a anunciar seu casamento, dando aos membros da comunidade a oportunidade de levantar objeções ao casamento; se um dos noivos vivia em outro lugar, os proclamas eram publicados nessa comunidade também. Se você sabe que o casamento aconteceu mas não consegue encontrá-lo nos registros de casamento da comunidade, pesquise os proclamas de casamento - isto pode estar publicado lá e levá-lo para a comunidade onde o casamento realmente ocorreu.
  • Documentos de apoio (processetti ou allegati): Estes documentos eram frequentemente apresentados pela noiva e pelo noivo em apoio da sua intenção ou promessa solene para se casar. Registros que comprovam seus nascimentos e nascimentos e óbitos de seus pais e, por vezes, documentação sobre as gerações anteriores, podem estar incluídos. Os nomes dos ex-cônjuges e suas datas do óbito também são fornecidas.

Registros de casamento[editar | editar código-fonte]

Você pode encontrar os seguintes registros que documentaram a conclusão legal do casamento:

  • Certificados (certificati): O indivíduo que realizou a cerimônia ou o cartório civil onde a cerimônia foi registrada pode ter dado ao casal um certificado de casamento. Isto era entregue à família, e o registro civil podia ficar com cópias. Normalmente, no entanto, ao escrever para obter informações e solicitar um certificado, você receberá apenas uma transcrição da informação mais pertinente. Neste caso, Extratos (estratti) vão lhe dar a informação completa.
  • Registros de casamento (Registri dei matrimoni): Funcionários civis que registravam os casamentos apresentavam formulários pré-impressos, normalmente ligados a um livro e mantidos no cartório civil.

Registros de casamento trazem a data do casamento, os nomes da noiva e do noivo, indicam se a noiva e o noivo eram solteiros ou viúvos e traz os nomes das testemunhas. Eles geralmente incluem outras informações sobre a noiva e o noivo, tais como idade, local de nascimento, residência, profissão, nome da pessoa que dá o consentimento (quando necessário) e nomes dos pais. A partir do segundo casamento e posteriores, os registros de casamento podem incluir os nomes dos cônjuges anteriores e suas datas de óbito. Os registros incluem geralmente a data da cerimônia na igreja.

Existem dois tipos de formulários impressos encontrado ao pesquisar casamentos civil italianos. O primeiro é uma "promessa solene" para se casar - um documento criado quando um casal apareceu nos cartórios da cidade e prometia que se casaria um com outro (os proclamas já haviam sido publicados por este tempo) - este documento é geralmente encontrado em registros pré-unificados (1866-1871). O segundo é um registro pós-unificado e é o documento do casamento atual. Veja traduções para inglês destes formulários pré-impressos.

Registros de Divórcio[editar | editar código-fonte]

Antes de 1970 os divórcios eram ilegais na Itália. Os registros de divórcio não são abertos ao público. A Biblioteca de História da Família não tem quaisquer registros de divórcio da Itália.

Óbitos [morte/morti][editar | editar código-fonte]

Os registros de óbitos são especialmente úteis, uma vez que eles podem fornecer informações importantes sobre o nascimento de uma pessoa, cônjuge e pais. Os registros de óbitos civis muitas vezes existem para indivíduos para os quais não há registros de nascimento ou casamento.

Os óbitos eram registrados geralmente após um dia do óbito, na cidade ou no município onde a pessoa morreu. Os registros de óbitos precoces geralmente trazem o nome da pessoa, a data do óbito e local. Após 1815, os registros de óbitos geralmente incluíam a idade, local de nascimento, residência ou endereço, profissão, informações de sepultamento e o nome do informante (muitas vezes um parente). Geralmente forneciam os nomes dos cônjuges e dos pais e se eles ainda estivessem vivos. Informações sobre os pais do falecido, data de nascimento e local de nascimento podem ser imprecisos, uma vez que o informante pode não ter tido a informação correta.

Os natimortos são registrados em registros separados intitulado nato morto. Em registros posteriores, eles estão incluídos no allegati. Eles não eram registrados nos registros de nascimento ou de óbito. Se uma criança morreu poucas horas após o nascimento, deverão existir os registros de nascimento e óbito. Veja uma tradução para o inglês de um formulário pré-impresso.

Estado da Família [Stato di famiglia][editar | editar código-fonte]

Um tipo de registro civil exclusivo para a Itália é o stato di famiglia (Certificado do Estado de Família). A comune mantém um registro de cada família e atualiza cada mudança, incluindo nascimentos, casamentos, óbitos e emigração. Todos os indivíduos de uma família estão incluídos. Alguns agregados familiares incluem mais de uma família.

Estados histórico da família (stato di famiglia storico) são mantidos nos arquivos provinciais (ufficio dello stato civile). Esses registros documentam gerações passadas de famílias. Nem todas as áreas mantinham este registro mas, onde eles existem, são um valioso instrumento de pesquisa.

Encontrar Registros Civis[editar | editar código-fonte]

Os registros civis eram e são mantidos no cartório do oficial local (anagrafe) em cada vila ou cidade. Portanto, você deve determinar a cidade onde seu antepassado viveu antes que você possa encontrar os registros. Seu antepassado pode ter vivido em uma vila que pertencia a uma cidade vizinha, maior. As grandes cidades podem ter muitos distritos de registro civil.

Uma cópia de cada registro é enviada para o Procura della Repubblica - que é semelhante a um tribunal distrital nos Estados Unidos - na capital provincial. Porque os registros civis são documentos legais e necessários para fins do governo, como alistamento militar, a segunda via é fornecida pelo tribunale (tribunal distrital).

Você pode precisar usar mapas, dicionários geográficos e outras referências geográficas para identificar o lugar onde seu antepassado viveu e o cartório de registro civil que serviu naquele lugar. Veja Mapas e Dicionários Geográficos para obter informações sobre como encontrar cartórios de registro civil.

Além da cidade, você precisa saber pelo menos um ano aproximado em que o nascimento, casamento ou óbito ocorreu. Índices anuais são normalmente encontrados no registro civil de cada cidade.

Índices para Registros Civis[editar | editar código-fonte]

Os nascimentos, casamentos e óbitos foram escritos nos registros civis quando eles ocorreram e, assim, estão organizados em ordem cronológica. Quando disponíveis, os índices podem ajudá-lo a encontrar o seu antepassado mais facilmente.

Índices Anuais: Alguns anos têm um índice anual. Esses índices geralmente incluem datas, nomes dos pais (incluindo o nome de solteira da mãe) e o número de página ou número do registro da entrada. Muitas vezes o registro era uma página inteira e o número da página correspondia com o número do registro. Em alguns índices, nenhum número aparecia e você precisa usar a data que é fornecida para encontrar o registro.

Em muitas áreas, durante os primeiros anos de registro civil, os registros eram indexados pelos nomes. Portanto, você precisa procurar todas as entradas no índice para ter certeza de encontrar todos os indivíduos que tinham o mesmo sobrenome. Eventualmente, no entanto, os índices eram em ordem alfabética, por sobrenome. As mulheres são sempre encontradas nos índices sob seu nome de solteira.

Índices de Dez anos: Os Índices de Dez Anos [decennali indici] são comuns. Eles geralmente começavam no ano em que o registro civil tornou-se a lei e abrangiam períodos de dez anos. Existem índices de dez anos geralmente de 1866-1875, 1876-1885, 1886-1895 e 1896-1905. Eles incluem a data e o número de registro, mas não contêm nomes dos pais.

Os índices de Dez Anos são mantidos no nível de cidade e não são registros separados no Catálogo do FamilySearch. Eles estão incluídos com os registros da cidade que são indexados, e uma nota estará na entrada do catálogo indicando esse fato.

Artigos wiki que descrevem coleções online estão disponíveis em:

Registros da Biblioteca de História da Família[editar | editar código-fonte]

A Biblioteca de História da Família microfilmou os cartórios de registro civil de centenas de cidades e províncias até 1866, e muitas cidades até 1910. A maioria desses registros são da área central e sul da Itália, mas muitos registros também estão disponíveis a partir das regiões do norte.

Para descobrir o que os registros da biblioteca possui, busque no Catálogo do FamilySearch.

ITÁLIA, [PROVÍNCIA], [CIDADE] - REGISTRO CIVIL

A coleção da Biblioteca de História da Família continua a crescer à medida que novos registros são microfilmados e adicionados à coleção. Não desista se os registros ainda não estão disponíveis - o Catálogo do FamilySearch é atualizado regularmente. Verifique periodicamente se o que você precisa já está disponível.

A Biblioteca de História da Família tem registros de muitas cidades e províncias; no entanto, a biblioteca não tem registros que não estavam disponíveis no cartório no momento da microfilmagem ou que são impedidos de acesso público pela lei italiana. A biblioteca não emite certificados para indivíduos vivos ou mortos.

A Biblioteca de História da Família tem algumas coleções provinciais e estaduais. A biblioteca tem um grande registro regional para a Toscana. Esta coleção inclui cerca de 250 comunidades e sua frazioni (aldeias) - os registros estão dispostos por ano e são, na sua maior parte, por ordem alfabética, pelo nome de cada cidade. A maioria dos registros incluem os anos de 1809 a 1865. Para encontrar esta coleção, pesquise por Autor no Catálogo:

TOSCANA (REGIONE). UFFICIO DELLO STATO CIVILE

Ou, pelo Local:

ITÁLIA, TOSCANA - REGISTRO CIVIL (Preencha nas caixa de busca "Toscana", parte da "Itália")

Registros Não Encontrados na Biblioteca de História da Família[editar | editar código-fonte]

Você pode ser capaz de encontrar registros de nascimento, casamento e óbito contatando ou visitando os cartórios ou arquivos na Itália. Para proteger os direitos de privacidade das pessoas vivas a maioria dos registros modernos têm restrições sobre seu uso e acesso.

A Itália não tem um único repositório de registros civis. A atual localização de registros depende de vários fatores, que estão listados abaixo. Os registros podem estar disponíveis a partir de vários locais para correspondência. Faça o seu pedido em italiano sempre que possível.

Cidades locais: A maioria das certidões de registros civis ainda são mantidas pela [comune].

Para localizar cartórios de registro civil você pode escrever para a cidade. Funcionários civis geralmente respondem à sua correspondência em italiano. Seu pedido pode ser enviado se os registros foram enviados para o tribunal ou para a província.

Arquivos provinciais: Cópias dos registros antes de 1866 estão nos arquivos provinciais.

Muitos desses registros foram microfilmados e estão disponíveis na Biblioteca de História da Família. Para registros não microfilmados escreva para os arquivos provinciais se o seu pedido para a [comune] não foi bem sucedido.

Endereços para obtenção de registros civis de arquivos provinciais podem ser encontrados em:

  • Cole, R. Trafford "Registros Genealógicos Italianos:. Como usar italiano Civil, Eclesiástica, e outros registros em Pesquisa do Histórico Familiar" Salt Lake City, Utah: Ancestry, 1997. (livro fhl europa 945 d27c.)
  • "Archivum; . revue Internationale des arquivos publié e avec le concours financiador de l'Unesco et sous les auspícios du Consil internationale des Archives (revisão Internacional sobre arquivos publicados pelo Conselho Internacional de Arquivos com a ajuda financeira da Unesco)" Paris, França: Presses Universitaires de France, 1952. (FHL livro EUROPE REF 020,5 AR25 v. 38.)

Além disso, você pode encontrar uma lista completa dos arquivos e seus horários, serviços e taxas na internet. Para mais informações sobre sites úteis na internet ver as "Redes de Computadores e Quadros de Avisos" parte da Itália, Arquivos e Bibliotecas.

Você também pode encontrar inventários de arquivos que descrevem a manutenção de registros e sistemas disponíveis de cartórios de registro civil na Itália. Estes e outros guias são encontrados no catálogo FamilySearch em:

"ITÁLIA- ARQUIVOS E BIBLIOTECAS"

"ITÁLIA, [PROVÍNCIA] - ARQUIVOS E BIBLIOTECAS"

Depois de ter determinado qual escritório tem a jurisdição sobre os registros que você precisa, escreva um breve pedido para o escritório apropriado. Envie o seguinte:

  • Cheque administrativo ou ordem de pagamento internacional (em moeda local) ou a taxa de pesquisa.
  • Nome completo e o sexo da pessoa procurada.
  • Os nomes dos pais, se conhecido.
  • Data aproximada e local do evento.
  • O seu relacionamento com a pessoa.
  • A razão para o pedido (história familiar ou médica).
  • Solicitação de um extrato completo do registro
  • Cupom de resposta Internacional, disponíveis a partir de grandes estações de correios (opcional).

Se o seu pedido for bem sucedido, procure registros duplicados que podem ter sido arquivados em outros arquivos ou registros da igreja.

Links Externos[editar | editar código-fonte]